Skip to content

Interdição da prática balnear na Lagoa de Albufeira – Sesimbra (actualizado)

23/06/2014

Em comunicado enviado à nossa redacção, a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, informa que:
«O Delegado de Saúde Regional de Lisboa e Vale do Tejo determinou, hoje, a interdição da prática balnear na Lagoa de Albufeira (praia da zona interior), como medida cautelar de redução de exposição ao risco para a Saúde da população.
Esta medida foi tomada na sequência do encerramento da comunicação entre a Lagoa de Albufeira e o Oceano, facto que impede a renovação da água e torna susceptível a ocorrência de uma eventual deterioração da sua qualidade, que se traduzirá num aumento de risco para a saúde pública.
O Delegado de Saúde Regional de Lisboa e Vale do Tejo já comunicou à Câmara Municipal de Sesimbra e à Capitania do Porto de Sesimbra esta decisão. Os serviços de saúde vão continuar a acompanhar esta situação, procedendo à realização de análises para avaliação da qualidade da água. Sempre que se justifique serão emitidos novos comunicados.»
Perante esta situação, a autarquia de Sesimbra emitiu um comunicado no qual afirma que: «importa esclarecer que a Câmara Municipal de Sesimbra não tem qualquer responsabilidade nesta situação, e que, por sua iniciativa, tem vindo a fazer há vários anos a abertura da Lagoa ao oceano no equinócio da primavera, com o objetivo de assegurar a qualidade das águas, o equilíbrio da flora e fauna, e a saúde pública, substituindo-se assim à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entidade que tem esta obrigação.
Nos últimos anos, esta intervenção tem sido bastante dificultada pelo assoreamento da Lagoa, o que tem obrigado a realizar mais do que uma vez a abertura, o que representa custos financeiros elevados para a Câmara Municipal. Este ano, por exemplo, a Lagoa já foi aberta duas vezes e neste momento está a ser programada uma terceira intervenção.
A autarquia já informou por diversas ocasiões a APA da necessidade de se efetuar uma grande obra de desassoreamento da Lagoa, uma medida vital para garantir a abertura prolongada da mesma.
A Câmara Municipal de Sesimbra lamenta que o Governo continue alheio a um problema há muito identificado, e que deveria ter sido encarado como uma prioridade, pois trata-se de uma zona com grande importância ambiental (Integra a Rede Natura 2000) e turística. Lamenta igualmente que anualmente se encontrem milhões de euros para proteger a costa e outras lagoas, e a Lagoa de Albufeira continue a ficar esquecida.
Apesar de todos os aspetos negativos que representa esta interdição, a autarquia espera que, chegados a este ponto, as entidades responsáveis despertem finalmente para a situação da Lagoa de Albufeira e programem, com urgência, as ações necessárias para a sua preservação.»

2 comentários leave one →
  1. armanda gurreiro permalink
    08/07/2014 17:43

    gostaria de saber se possivel se a lagoa neste momento esta em pleno uso balneario muito obrigado

    • 09/07/2014 12:03

      Bom dia, cara sr.ª Armanda Guerreiro, segundo o site da Câmara Municipal de Sesimbra, a informação é de que « Estão a decorrer os trabalhos de ligação da Lagoa de Albufeira ao Mar. Trata-se de uma extensão de areal muito grande (cerca de 500 metros), pelo que a intervenção só deverá estar concluída na terça ou quarta-feira (8 e 9 de julho).».
      Cumprimentos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: