Skip to content

Festa em Honra de Nossa Senhora da Consolação, padroeira da Paróquia de Arrentela

17/09/2014

IMG_3629 IMG_3536 IMG_3597

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Realizou-se nos dias 13 e 14 de Setembro, pelo segundo ano consecutivo, a Festa em Honra de Nossa Senhora da Consolação, padroeira da Paróquia de Arrentela, Seixal.
No dia 13 de Setembro, às 21h00, teve lugar uma Procissão de Velas pelas ruas principais da freguesia. No percurso da procissão foi recitado o Santo Rosário pela paz no Médio Oriente e entoados cânticos de louvar a Maria Santíssima. No dia 14 de Setembro, pelas 9h30, realizou-se a Missa Solene em Honra de Nossa Senhora da Consolação, precedida por uma atuação do Toca Rufar no adro da Igreja. A Sagrada Eucaristia foi celebrada pelo Pe. Júlio Ferreira do Vale, pároco de Arrentela, e pelo Pe. Carlos Macedo, da Aliança de Misericórdia.
A Festa em Honra de Nossa Senhora da Consolação foi antecedida no dia 4 de Setembro pela Recitação do Santo Rosário e pela Adoração do Santíssimo Sacramento, bem como pelo almoço “Amigos de Nossa Senhora da Consolação, no dia 7 de Setembro, no Salão da Igreja de Nossa Senhora de Fátima, na Torre da Marinha.
A devoção a Nossa Senhora da Consolação, ou Consoladora dos aflitos, como está inserida na Ladainha Lauretana, difundiu-se em todo o mundo por intermédio dos Agostinianos, pois a Ela se deve a conversão do seu Santo Fundador.
Santa Mónica, amargurada pelos desvarios de seu filho Agostinho, recorreu à Mãe da Consolação, e pouco depois teve a suprema alegria de vê-lo convertido e fervoroso católico. Ele tornou-se um dos maiores santos da Igreja, e escolheu como protetora da Ordem que fundou a Consoladora dos Aflitos, incumbindo os seus filhos espirituais de divulgar essa devoção.
Em 1577 a invocação a Nossa Senhora da Consolação foi aprovada pelo Papa Gregório XIII.
Assim o título de Maria como Nossa Senhora da Consolação lembra ao católico a presença da Mãe de Jesus na vida da Igreja, trazendo alegria, paz e esperança a todos os que necessitam de consolo, com carinho especial aos pobres, aflitos, doentes e marginalizados. Ela recorda a missão do seu Filho, que foi sensível à dor e ao sofrimento, e que veio ao mundo para libertar o ser humano de toda espécie de mal e do pecado.
 Ao trazer nos braços o Menino Jesus, Maria apresenta a única consolação que salva realmente o mundo: O Príncipe da Paz, o Cristo, Filho de Deus e Libertador, a Luz do alto que vem iluminar a humanidade, oferecendo um novo caminho de solidariedade e de fraternidade.
Esta Festa em Honra de Nossa Senhora da Consolação contou com o apoio da Diocese de Setúbal, da Câmara Municipal do Seixal, da União das Freguesias do Seixal, Arrentela e Aldeia de Paio Pires, bem como com a colaboração dos Fuzuleiros do Alfeite, a PSP e o Rancho Honra e Glória de Arrentela.
O grande êxito desta iniciativa deve-se sobretudo ao envolvimento dedicado do Pe. Julio Ferrera do Vale e das Irmã Doroteias e à participação dos vários grupos daquela comunidade, ou seja, os Escuteiros do Agrupamento 719 e a sua Comissão Permanente de Pais, os Acólitos, o CPM, a Cáritas, o Grupo de Jovens, os leitores, os coros, as catequistas e a Comissão de Festas em Honra de Nossa Senhora da Soledade e, em particular, o Grupo de Animação da Paróquia de Arrentela (GAPA), responsável pela organização.

Carlos Gonçalves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: